A IMPERATRIZ DOS CUIDADOS: ATENÇÃO QUE NÃO SE ANULA

Chegamos na Imperatriz, carta III, que trata de aspectos brilhantes. Muitos acham que esse Arcano é “perfeito”, pois tem crescimento, criatividade, andamento positivo, amor, consciência, interação… e tantos outros atributos sedutores para a maioria das pessoas. Nessas horas costumo dizer que se a Imperatriz fosse perfeita, não seria a terceira carta, ou pelo menos o Tarô teria apenas 3 Arcanos e terminaria com ela. Isso para mostrar que tudo na vida tem continuidade, que nem tudo é perfeito e mesmo assim não deixa de ser incrível. É um padrão mental a busca mimada pela perfeição que encerra em si mesma (uma besteira, porque a vida é feita de crescimento, andamento e constantes transformações para justamente deixar a perfeição como um conceito estático e pouco atrelado à natureza do homem).

De todo modo, como tem aspectos ligados à prosperidade, pode parecer complicado associar o padrão da Imperatriz ao padrão de comportamento que pede equilíbrio de alguma forma (encontrando, para ela, o Floral adequado). Contudo, o comportamento da Imperatriz é da cuidadora. Ela sabe falar, sabe gostar, sabe agir, sabe se relacionar. Sabe o que quer, sabe seus limites, não desanima nem se fecha sem necessidade. Tudo isso tem motivo de ser: ela cuida. Mantém sua família, mantém seu status, mantém sua estrutura (tanto que vem como parceira do próprio Imperador). Sendo assim, é responsável por gerar e manter, tarefa difícil que requer uma condição de policiamento quase o tempo todo.

Cuidar é vigiar, dar atenção, tirar o foco de si mesma(o) para dar importância ao outro. Ser responsável pelo crescimento e bem estar alheio. De preferência, fazer isso por quem ama e por todos os que precisam ou dependem dela. Aqui não falo de filantropia, mas sim, de generosidade. E por isso, cuidar se torna um hábito delicado: é preciso cuidar do outro sem esquecer da própria existência. É preciso saber manter as coisas sem perder com isso a capacidade criativa e inovadora. Parece fácil. Mas não é.

A mulher que se torna mãe e assume esse papel (com a cabeça e com a alma) bem sabe que sua vida muda para sempre ao ser mãe de família. E, por alguns bons anos, ela quase fica sem identidade. Não dá pra comer, pra dormir, pra sair, pra se arrumar… nada disso é fácil para a mãe que se doa. Tomar banho vira uma atividade coletiva, sentar e comer sem ter que sair correndo ou servir aos outros é quase impossível, dormir sem acordar assustada (pelo menos de vez em quando) é quase um sonho. E essa é só a parte prática… tem a emocional, que suga, que pede doação incondicional, e quanto maior o filho, maior sua necessidade. O mesmo para com o parceiro: ele precisa crescer, precisa estar bem, seguro e estruturado. Precisa de atenção e de cuidados, a menos que os papéis se invertam e o homem seja a Imperatriz da casa (o que, inclusive, não mostra problema algum, só os padrões mentais e emocionais é que serão diferentes).

Se doar é perigoso por isso. Quem tem medo de se entregar acaba se fechando e não vive o que a natureza pede em algum momento. Quem não tem medo de se entregar acaba sentindo, por vezes, que a identidade corre perigo. Acaba privacidade, individualidade, aquela solidão boa que pode ajudar a recarregar as baterias… e é aqui que entra o equilíbrio saudável.

A essência Floral não serve para resolver as coisas em nosso lugar. Ela desperta aspectos importantes que estavam adormecidos anteriormente por alguma razão. E nem sempre é preciso ter um problema grave para usar Florais, muitas vezes a manutenção do equilíbrio e bem-estar já pedem terapia floral. No caso da Imperatriz, a harmonia está em saber cuidar sem deixar a si própria de lado e acabar perdendo algumas características tão importantes (que fazem com que tudo floresça e crie vida ao seu redor). As essências que ajudam nesse re-equilíbrio são Red Chestnut e Chicory.

Red Chestnut (essência do grupo que trabalha medos) é útil para quem sente aflição pelos demais. Para aquelas pessoas que se colocam de lado, se despreocupam totalmente de si mesmas e concentram suas energias nas pessoas que ama, sofrendo por elas, quase vivendo suas vidas em seu lugar, antevendo desgraças e receios que não fazem sentido. Ou seja, é uma essência que trabalha o medo pelo outro. O medo que acomete os cuidadores e os deixam sem identidade.

Outra essência provável para quem vive a fase “Imperatriz” é Chicory. Floral que pertence ao grupo que tem excessiva preocupação com o bem-estar dos outros, essa essência harmoniza as necessidades, colocando uma nova perspectiva para quem vive concentrado e preocupado com as necessidades alheias, cuidando em excesso daqueles que ama, sempre procurando algo que as pessoas precisam para “arrumar”. Não se contentam com facilidade, acham que sempre há algo para ser corrigido e querem que as pessoas que gosta estejam sempre a seu lado, não permitindo afastamento.

É sempre bom relembrar: não estamos procurando problema onde não tem (e usando do comportamento Chicory), mas durante um jogo de Tarô ou uma análise das cartas é sempre bom ver como a Imperatriz se manifesta, se pode haver um comportamento excessivamente protetor e o quanto a identidade fora afetada. Nesses casos, ambas as essências podem ajudar a equilibrar e harmonizar, basta analisar qual dos padrões é mais proeminente na pessoa em questão.

Cuidar não é se anular. Pessoas responsáveis por outras, que não conseguem assumir essa faceta, podem ter um problema. Porém, aquelas que vestem a camisa da doação incondicional também podem, em algum momento, apresentar problemas. Não é possível assumir a personalidade de outra pessoa, cuidar de outra pessoa a ponto de não deixá-la ter individualidade, assim como não é saudável deixar todos aqueles que amamos órfãos emocionais. O equilíbrio é sempre a melhor resposta. E através de Florais podemos retomar esse caminho, com suavidade e consciência.

Boa Semana a Todos

Abraços

Kelma Mazziero

FONTE: http://blog.kelmamazziero.com.br/?p=291

Categorias: TEXTOS OUTROS AUTORES | Deixe um comentário

Navegação de Posts

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

%d blogueiros gostam disto: